Vincent. Sem gelo por favor.


Vincent Van Gogh foi um pintor holandês considerado uma das figuras mais famosas e influentes da história da arte ocidental. Ele criou mais de dois mil trabalhos em pouco mais de uma década, incluindo por volta de 860 pinturas a óleo, a maioria dos quais durante seus dois últimos anos de vida... e continua inspirando até hoje.





“Apesar de tudo, me levantarei novamente: Voltarei ao meu lápis, que abandonei durante meu grande desânimo, e continuarei com meus desenhos.” Van Gogh

Van Gogh sempre foi um artista que me inspirou na hora da criação (não só pelo fato de usar muito amarelo) mas pela forma que ele retratava sua observação do mundo. As pinceladas fortes, o excesso de tinta e a dramaticidade nas telas é a pura forma dos sentimentos humanos.


Eu que dediquei boa parte do meu tempo para estudar processos criativos e entender técnicas variadas mais uma vez queria misturar um estilo novo de ilustração e criar um produto que (acredito) poderia ter acompanhado o Van Gogh em seus momentos de pintura, um bom e velho Whisky.


O primeiro passo da criação desse projeto foi recriar um dos auto-retratos do Van Gogh. Acabei optando por refazer o auto-retrato de 1889 em óleo sobre tela. A imagem, que pode ter sido o último retrato de Van Gogh, foi pintada em setembro daquele ano, pouco antes de deixar Saint-Rémy-de-Provence, no sul da França. A pintura é exibida no Museu de Orsay, em Paris


Utilizei um brush pastel para fazer a ilustração e tentei manter minha mão livre na criação, sem fechar bem as formas e deixar os traços mais soltos em uma tentativa de tentar dar liberdade a ilustração. (desculpa qualquer coisa Van Gogh). O resultado você confere a seguir e deixo o brush que usei aqui para download.







O design depois da ilustração


Com a ilustração desenvolvida eu comecei a criar a embalagem. Queria uma marca com estilo de assinatura mas nenhuma fonte que já conhecemos como Mistral (brincadeira) estava me satisfazendo visualmente, parece que simplesmente não encaixava. A partir de uns estudos então eu acabei criando a própria assinatura pegando os mesmos elementos de desenvolvimento da ilustração. Traços vazados, textura de brush, sem preocupação com perfeição (apesar de ter feito umas 40 versões) e o resultado foi esse:






A embalagem


Para composição final do projeto, os toques finais da embalagem ficam por conta dos detalhes.

1. A faixa amarela nos olhos foi usada para representar como era a visão do Van Gogh sobre o mundo.


2. O background do layout é a obra "Noite Estrelada"do Van Gogh também. Uma obra retrata a vista da janela de um quarto do hospício de Saint-Rémy-de-Provence, pouco antes do nascer do sol, com a adição de um vilarejo idealizado pelo artista. A tela faz parte da coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque desde


3. A moldura ao redor da ilustração também segue a ideia de traços expressivos. A profundidade do topo da cabeça e na marca foi usada para dar uma impressão de quadro.


O resultado dessa composição acabou se tornando o rótulo do produto e foi desdobrado na caixa do Whisky.










A inspiração para criação


A inspiração para criar projetos está em todos os lugares. Temos um mundo de estímulos sensoriais ao nosso redor, temos historias de grandes artistas e pessoas que contribuíram para criatividade da sua maneira. O que temos que fazer é perceber esses estímulos e colocar a mão na massa. :)

E aí, vamos tomar um café?!